O que um Concurseiro deve aprender com o filme Divertida Mente

Divertida Mente

Há uma chance muito grande de você ter assistido o filme Divertida Mente, o grande lançamento da Pixar/Disney em 2015.

Como costuma ocorrer com os filmes da Pixar, mesmo sendo uma animação, Divertida Mente está longe de ser um filme apenas para crianças. Pelo contrário, trata-se de uma grande oportunidade para adultos terem grandes aprendizados.

Ele conta a história de Riley, uma garota de 11 anos de idade, que enfrenta mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar sua cidade natal. O centro do filme é mostrar as emoções que convivem dentro do cérebro de Riley: a Alegria, o Medo, a Raiva, a Repulsa e a Tristeza.

Veja o trailer:

Após assistir Divertida Mente não pude me conter em escrever este artigo aqui no Segredos de Concurso, pois encontrei muitos elementos importantes para que você, concurseiro, esteja atento.

Leia com atenção e qualifique sua preparação aplicando esses ensinamentos em seus estudos (e também em outras partes da sua vida):

A raiva é gratuita

Concurseiro com raiva

Um dos sentimentos mais devastadores para quem deseja produzir algo é a raiva. Quando estamos com raiva não controlamos nossas capacidades psíquicas e físicas, agindo com agressividade e intolerância.

Muitas vezes, quando passamos alguma raiva, destruímos um dia inteiro de estudo, pois em vez de focar naquilo que importa, a preparação, nos dedicamos a algum incômodo, quase sempre algo desnecessário.

Como já disse em outra oportunidade:

“A raiva geralmente é resultado da quebra de nossas expectativas. Algo não saiu como planejamos, e então elegemos alguém para ser o culpado por isso”

O maior problema da raiva é que ela é gratuita. Você não ganha nada tendo atitudes raivosas, pelo contrário, só tem perda de tempo e energia.

O medo é perigoso

O concurseiro medroso

Não há outro sentimento que lhe deixe mais paralisado do que o medo. Ele é a nossa reação a algo que pode nos prejudicar, ou que não conseguimos vencer.

Conheço dezenas de candidatos que têm medo de fazer concurso público por causa da possibilidade de ser reprovado!

Conheça segredos para turbinar seus estudos!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente dicas surpreendentes sobre como estudar para Concurso!>

Candidato medroso é candidato derrotado antecipadamente por aquilo que nem viveu. Ter medo da concorrência, de uma banca de concurso, da quantidade de questões, de uma disciplina, de escrever, enfim. Se você tem medo, você está paralisado. Tentar, errar e aprender com o erro é mais digno e produtivo do que estar paralisado pelo medo.

Seja insistente como a alegria

Concurseiro alegre

A alegria é o impulso que precisamos para seguir em busca dos nossos sonhos e objetivos. Quando estamos alegres agimos, nos movimentamos, e não deixamos sensações negativas tomar conta dos nossos atos.

A alegria é responsável pela empolgação, pela motivação e pelo pensamento positivo. Isso é indispensável para todo concurseiro. Se você estiver pra baixo, busque coisas que lhe deixem bem, e então siga firme rumo ao seu propósito: a aprovação.

A tristeza pode ser fundamental

Concurseira triste

Por incrível que pareça, a tristeza pode ser o sentimento mais importante para um concurseiro. Por quê?

É que, ao nos tornarmos tristes, refletimos sobre os nossos problemas, defeitos e desafios. É neste momento que devemos encontrar formas de superar os obstáculos, e tomar as medidas necessárias para alcançar nossos objetivos.

Quando se sentir triste, lembre-se que esse estado de espírito é necessário para que você encontre o que está dando errado. Não se resolve um problema sem primeiro conhecê-lo.

A maior lição do filme

Lição para concurseiros

A descrição que fiz de cada sentimento/personagem do filme Divertida Mente é muito importante para entendermos muitas barreiras à nossa preparação. Mas tem uma coisa que é ainda mais importante que isso.

É a própria capacidade que devemos ter de observar que estamos sendo dominados por algum desses sentimentos. Todos nós sentimos raiva, repulsa, tristeza, alegria e medo. Mas nem todos percebem que estão sendo tomados por eles em dados momentos, tendo a possibilidade de canalizá-los em direção ao seu objetivo: estudar e ser aprovado em um Concurso Público.

O filme Divertida Mente aponta para algo que sempre disse aqui no blog: que o sucesso depende muito de autoconhecimento.

O que aprendemos neste artigo

Nesta publicação mostramos como o filme Divertida Mente pode lhe trazer grandes aprendizados no estudo para Concurso Público. Falamos sobre cada um dos sentimentos/personagens do filme e mostramos o grande poder que o autoconhecimento possui para o alcance dos seus objetivos.

Tenho um convite para você!

Agora que você leu o artigo, gostaria de convidá-lo a deixar seu comentário dizendo como tem se relacionado com todas essas sensações no seu cotidiano de estudo.

Ah… Você percebeu que eu não comentei um dos sentimentos? Como você acha que ele se relaciona com a sua preparação?

Sua participação é muito importante para continuarmos produzindo conteúdo de qualidade sobre Concurso Público.

Até a próxima!

😉

  • JorgeMano

    Concordo plenamente com seu post, pensei nisso quando via o filme.
    Contudo, o grande sentimento que não está no filme e lembrei dele quando assisti, e hoje relembrei ao ler seu post, é a ansiedade. Uma vontade de vencer enorme, mas com cada reprovação vem uma revolta terrível, uma aflição, uma agonia inexplicável. Tenho um desejo veemente e impaciente (as vezes) de ser aprovado e sair dessa zona de desconforto que estou hoje, que acabo me prejudicando, já fui ao psicologo e à psiquiatra, mas até agora nada feito.

  • Jadisson ramos

    Positividade sempre, precisamos de mas pessoas assim no mundo, gostei muito

  • Rodolfo Nascimento

    Realmente os sentimentos respondem por boa parte da sua produtividade, especialmente na preparação para concursos públicos. Eu me mudei de estado e estoublonge da família, sinto que isso atrapalha, mas procuro usar como motivação.

    • Isso aí, Rodolfo. A tristeza deve ser revertida em força. Abraço!

  • Jessica Carvalho

    Poxa Danilo se já tinha gostado do filme, agora com essa análise voltada para os estudos…Amei! Mais uma vez agradeço por seus artigos que são para mim valiosos!!
    A minha pior relação é com o medo 🙁 infelizmente sou muito travada em escrever redações e essa é minha maior dificuldade na prova do ENEM! Graças a um ótimo professor meu ano passado tive um considerável melhora, porém preciso evoluir muito esse ano!!
    Parabéns pelas postagens! Abraço

    • Que legal, Jessica. Muito bom ler seu depoimento. Respire, acredite e siga em frente. Vai dar tudo certo!