Concurso TJ-SC: o Guia Completo com materiais e atualizações!

Concurso TJ-SC

O Concurso TJ-SC mobiliza muitos candidatos catarinenses que sonham com uma vaga no Poder Judiciário de Santa Catarina.

Como os demais concursos de Tribunais de Justiça, um dos grandes atrativos são os salários acima da média do funcionalismo público, no geral.

Mas não é só isso: trabalhar no TJ-SC lhe dará grandes responsabilidades, por tratar-se de uma instituição importantíssima para a sociedade.

Neste artigo vamos tratar de todos esses tópicos, ponto a ponto, além de trazer materiais e dicas de estudo pouco conhecidas pelos seus concorrentes.

Vamos nessa!

O Concurso TJ-SC 2018

Concurso TJ-SC

Para começar, você pode se preparar imediatamente para o Concurso do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. É que o Concurso TJ-SC já está aberto, tendo a Fundação Getúlio Vargas (FGV) como organizadora.

São 26 vagas imediatas, sendo 17 para técnico auxiliar judiciário (nível médio), 5 para oficial de justiça (nível superior), 1 vaga para oficial da infância e juventude (nível superior), 1 vaga para arquiteto (nível superior), 1 vaga para engenheiro eletricista (nível superior) e 1 vaga para enfermeiro.

Para o cadastro de reserva há vagas de analista administrativo, analista jurídico e engenheiro civil.

É bom lembrar que os órgãos do judiciário tem como prática comum a convocação de muitos candidatos do cadastro. Então, não se intimide com a quantidade de vagas.

As inscrições para o concurso TJ-SC ocorrerão entre 23 de abril e 5 de junho, e as provas serão aplicadas no dia 22 de julho.

O que faz o TJ-SC

Trabalho do TJ-SC

Para começo de conversa, é fundamental saber qual é o trabalho desenvolvido pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Afinal, como escolher um concurso sem saber em que instituição você está se inserindo?

Lembre que, provavelmente, você ficará o resto da sua vida com esse emprego. Então é sensato ter lucidez e clareza sobre seu futuro local de trabalho.

O TJ-SC julga todas as causas, do estado de Santa Catarina, que não são de competência da Justiça especializada (Justiças Federal, do Trabalho, Eleitoral e Militar).

A maioria dos crimes comuns, ações da área de família, execuções fiscais dos estados e municípios, ações cíveis etc, são de responsabilidade do TJ-SC.

Quando for aprovado no Concurso TJ-SC, você será um colaborador para que esse trabalho seja feito com excelência.

O que acha?

Cargos do Concurso TJ-SC

Cargos do Concurso TJ-SC

Aqui não vamos falar sobre o concurso para Juiz. Nosso foco são os cargos de analista e técnico do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Entenda quais possibilidades você tem de ingressar na instituição no atual concurso.

Técnico Judiciário Auxiliar TJ-SC

O Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça de Santa Catarina é responsável por atividades relacionadas a serviços de organização, e execução e controle de serviços técnico-administrativos. Atua como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Veja alguns detalhes do cargo a seguir.

Escolaridade: nível médio.

Vencimentos Básicos: R$ 3.576,54.

Carga Horária: 35 horas semanais.

Analista Administrativo TJ-SC

O Analista Administrativo do Tribunal de Justiça de Santa Catarina tem como atribuição realizar atividades de planejamento, organização, coordenação, supervisão técnica, estudo, pesquisa, elaboração de laudos, pareceres ou informações e execução de tarefas de elevado grau de complexidade, relativas às áreas da Administração, Economia, Contabilidade e Direito, a fim de fornecer suporte administrativo aos órgãos do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau relacionado a recursos humanos, material e patrimônio, licitações e contratos, orçamento e finanças, controle interno e auditoria, segurança e transporte, bem como outras atividades complementares de apoio administrativo.

O Analista Administrativo também atua como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Escolaridade: nível superior em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas ou Direito.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Analista Jurídico

Já o Analista Jurídico realiza atividades de planejamento, organização, coordenação, supervisão técnica, estudo, pesquisa, elaboração de laudos, pareceres ou informações, e execução de tarefas de elevado grau de complexidade, a fim de fornecer suporte jurídico-administrativo aos órgãos do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau.

Também atua como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Escolaridade: nível superior em Direito.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Oficial de Justiça e Avaliador

Quando você for aprovado no cargo de Oficial de Justiça e Avaliador deverá realizar as seguintes atividades:

  • Atividades externas de cumprimento de mandados judiciais, na forma estabelecida pela legislação processual.
  • Fazer pessoalmente citações, prisões, penhoras arrestos, sequestros, e demais diligências próprias do ofício; efetuar avaliações.
  • Lavrar autos e as certidões respectivas, e dar contrafé.
  • Certificar quando desconhecido ou incerto o citando, ou ignorado, incerto ou inacessível o lugar em que se encontre.
  • Convocar pessoas idôneas que testemunhem atos de seu ofício, nos casos exigidos por lei.
  • Efetuar as intimações, na forma e nos casos previstos na lei.
  • Devolver a cartório, após comunicar ao distribuidor, para a baixa respectiva, os mandados de cujo cumprimento tenha sido incumbido, até o dia seguinte em que findar o prazo marcado na lei processual para execução da diligência, ou quando houver audiência, até, se for o caso, quarenta e oito (48) horas antes de sua realização.
  • Comparecer a juízo, diariamente, e aí permanecer durante o expediente do foro, salvo quando em diligência.
  • Auxiliar o porteiro na manutenção da ordem, disciplina e fiscalização do foro.
  • Servir nas correições.
  • Entregar, incontinenti, a quem de direito, as importâncias e bens recebidos em cumprimento de ordem judicial.
  • Executar as ordens do juiz.
  • Exercer as funções de porteiro de auditórios onde não houver privativo.
  • Estar presente às audiências e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem, entre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Escolaridade: nível superior em Direito.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Oficial da Infância e Juventude

O Oficial da Infância e Juventude realiza as seguintes atividades:

  • Atividades relacionadas com a proteção da criança e do adolescente.
  • Fiscalizar o cumprimento de portaria ou alvará judicial que discipline a entrada e permanência de criança ou adolescente aos locais de diversão, ou sua participação no espetáculo.
  • Fiscalizar as entidades governamentais e não governamentais, referidas no art. 90 do Estatuto da Criança e do Adolescente, provendo subsídio por escrito à autoridade judiciária.
  • Fiscalizar a ocorrência de infração administrativa descrita no Estatuto da Criança e do Adolescente e legislações esparsas atinentes à infância e juventude.
  • Lavrar auto de infração administrativa às normas de proteção à criança e adolescente; apreender material audiovisual, jornais, revistas e outras publicações, comercializadas em desacordo com leis federais, estaduais e municipais de proteção à infância e à adolescência.
  • Proceder a atos de internação, averiguação, encaminhamento à cidade de origem e abrigamento de competência da Justiça da Infância e da Juventude, afeto às crianças e aos adolescentes, nos casos de medidas de proteção e sócioeducativas.
  • Fornecer subsídios por escrito, mediante termos ou relatórios, ou verbalmente na audiência, e bem assim desenvolver trabalhos de aconselhamento, orientação, encaminhamento e prevenção, tudo sob a subordinação da autoridade judiciária, assegurada a livre manifestação do ponto de vista técnico.
  • Manter cadastro atualizado de desaparecimento de crianças e adolescentes e comunicar imediatamente o fato à autoridade judiciária, ao Conselho Tutelar, Polícias Civis, Militares e Rodoviárias, portos, aeroportos e companhias de transportes estaduais e internacionais, fornecendo-lhes todos os dados necessários à identificação do desaparecido.
  • Redigir a autorização judicial de viagem de criança ou adolescente com observância aos preceitos legais de regência.
  • Representar à autoridade judiciária quaisquer ameaças ou violações dos direitos de crianças ou adolescentes.
  • Cumprir mandados de citação, intimação, condução, busca e apreensão e todos os demais mandados judiciais afetos ao juizado da infância e juventude.
  • Praticar por ordem do juiz da Infância e Juventude, em colaboração com os responsáveis pelo serviço social forense, todos os atos necessários à realização dos estudos de casos e outras atividades na área específica da infância e juventude.
  • Poder desenvolver trabalhos de cunho educativo e preventivo, junto à sociedade, no sentido de divulgar as normas de proteção à criança e ao adolescente.
  • Cumprir outras determinações do juiz da infância e juventude.

Escolaridade: nível superior em Direito, Sociologia, Serviço Social, Pedagogia, Psicologia, Letras, Economia, Administração, Filosofia, Ciência Política, Biblioteconomia, História ou Geografia.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Arquiteto

O Arquiteto do TJ-SC realiza atividades relacionadas a planejamento, organização, elaboração e execução de projetos arquitetônicos de edificações do Poder Judiciário.

Escolaridade: nível superior em Arquitetura e Urbanismo.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Engenheiro Civil

Já o Engenheiro Civil é responsável por atividades relacionadas a trabalhos técnicos, visando ao planejamento, à organização e ao controle de serviços de elaboração de projetos, fiscalização e vistorias de obras do Poder Judiciário.

Escolaridade: nível superior em Engenharia Civil.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Engenheiro Eletricista

Se você pretende ser Engenheiro Eletricista do Concurso TJ-SC, saiba que realizará atividades relacionadas a trabalhos técnicos, visando ao planejamento, à organização e ao controle na elaboração de projetos de instalações elétricas, telefônicas, de informática e de outras áreas afins, bem como fiscalização e vistorias das instalações.

Escolaridade: nível superior em Engenharia Elétrica.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

Enfermeiro

Por fim, o cargo de Enfermeiro do TJ-SC, que realiza atividades relacionadas a trabalhos técnicos de organização e de direção dos serviços de enfermagem da área médica.

Escolaridade: nível superior em Enfermagem.

Vencimentos básicos: R$6.153,63

Carga Horária: 35 horas semanais.

O que cai na prova

Prova do Concurso TJ-SC

A prova do Concurso é dividida em duas partes: conhecimentos básicos e conhecimentos específicos. Entenda como funciona a prova de cada cargo.

Prova de Técnico Judiciário Auxiliar

Os conhecimentos básicos do cargo de técnico, são:

  • Língua Portuguesa (20 questões)
  • Raciocínio Lógico (10 questões)

Além disso, a prova traz 40 questões de conhecimentos específicos:

Os conhecimentos específicos do cargo de técnico, são:

Provas de Analista Administrativo, Engenheiro Civil, Arquiteto, Engenheiro Eletricista e Enfermeiro

Os conhecimentos básicos dos cargos acima, são:

  • Língua Portuguesa (20 questões)
  • Noções de Direito (10 questões)

Além disso, há 40 questões de conhecimentos específicos (veja o quadro das disciplinas no edital do concurso, ao final do artigo).

Provas de Oficial da infância e Juventude, Analista Jurídico e Oficial de Justiça e Avaliador

Os conhecimentos básicos dos cargos acima, são:

  • Língua Portuguesa (20 questões)
  • Raciocínio Lógico (10 questões)

Além disso, há 40 questões de conhecimentos específicos (veja o quadro das disciplinas no edital do concurso, ao final do artigo).

No título a seguir você poderá baixar o edital do concurso anterior, e então saber mais detalhes sobre o conteúdo programático.

Materiais para baixar (em PDF)

Apostila Concurso TJ-SC em pdf

Selecionei alguns materiais interessantes para a sua preparação no concurso, mas antes vou lembrar algo muito realista.

Passar num concurso como o do TJ-SC exige dedicação em todos os sentidos: uma rotina diária de estudos, organização, disciplina etc.

Além disso, é importantíssimo ter um material que sirva de base para estudar. Na internet existe muito material interessante, mas um curso e/ou apostila verdadeiramente feito com base no edital do concurso é uma grande vantagem.

Sem falar que perde-se muito tempo buscando exatamente o que está previsto no edital. Não é nosso objetivo aqui.

Minha sugestão é aliar um material completo, atualizado, feito com base no edital do concurso, com materiais diversos (livros, vídeos e apostilas) que possam nos dar diferenciais em relação à concorrência.

Se você quer uma dica entre os materiais que busquei para o TJ-SC, segue a sugestão (você pode devolver o material em até 30 dias, caso não goste do conteúdo):

Apostila e curso concurso TJ-SC

Compare o investimento com o seu primeiro salário no TJ-SC. Vale muito a pena!

Com o material completo em mãos, agora vamos pegar algumas apostilas para ganhar diferenciais:

Deixe um comentário dizendo o que achou dos materiais!

O que aprendemos neste artigo

Hoje nossa dedicação foi em relação ao Concurso do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, o TJ-SC.

Vimos todos os detalhes do concurso, desde as funções da instituição até as atribuições e características dos cargos.

Conhecemos o conteúdo programático do concurso e vimos dicas de materiais para a preparação.

Agora preciso de você!

Chegamos ao final do artigo, e agora tenho um singelo pedido: deixe um comentário dizendo o que achou desse post. Pra mim é de suma importância contar com a sua participação.

Faço questão de ler cada comentário, e respondo na primeira oportunidade que surge.

Caso tenha dúvidas sobre o concurso, escreva também. Podemos conversar e chegar a um esclarecimento.

Até a próxima!

😉