10 pegadinhas de concursos clássicas (e como fugir delas!)

Pegadinhas de Concursos

Você já caiu em pegadinhas de concursos? Aquele tipo de situação em que você faz a prova, responde a questão com certeza de que acertou e quando verifica o gabarito, uma tragédia: a resposta está errada!

Isso é muito comum de acontecer, principalmente com concurseiros iniciantes, inexperientes e desatentos.

Muita gente perde em concursos públicos mesmo após estudar muito, pois caem com facilidade nas pegadinhas.

Como fazer para se livrar dessa armadilha?

Fiz este artigo justamente para dissecar como as pegadinhas são estruturadas, lhe dando dicas para superar essas “maldades” da banca do seu concurso.

Vamos nessa!

Por que as pegadinhas de concursos existem?

Não é difícil ser aprovado em um concurso público. Isso mesmo… Não é difícil!

O problema não é alcançar a aprovação, mas sim estar dentro das vagas disponíveis. A maioria dos concursos consideram você aprovado com um desempenho mediano.

A questão é ficar à frente dos concorrentes para assumir uma vaga. O difícil não é a prova, é a concorrência.

Por isso sempre falo aqui no Segredos de Concurso sobre diferenciais. De maneira geral, quem se dedica e estuda consegue a aprovação. Mas ficar na frente da concorrência é um exercício muito exigente de disciplina, detalhismo e esforço.

Por isso as bancas de concurso criam as pegadinhas: para selecionar, entre os concorrentes, aqueles mais atentos, experientes e habilidosos com o conteúdo.

As pegadinhas de concursos existem para selecionar, entre os concorrentes, aqueles mais atentos, experientes e habilidosos com o conteúdo.

As pegadinhas são estratégias das organizadoras do concurso para selecionar os melhores concorrentes.

Lendo esse artigo, e outros que já publiquei aqui, você pode se tornar um deles.

😉

1. Pegadinha da Letra A

Essa é uma das pegadinhas mais comuns nos concursos públicos. Sabe quando lemos a pergunta da questão de múltipla escolha e vem a resposta certa de cara, na Letra A?

A chance disso ser uma pegadinha é muito grande, pois a Letra A é usada como isca pelas bancas para induzir ao erro o candidato ansioso, ou sem atenção.

Uma técnica utilizada por muitos candidatos é começar a ler as respostas pela última alternativa (geralmente a Letra E).

É óbvio que haverão respostas corretas em sua prova na Letra A, mas é bom se certificar com cuidado antes de marcar.

2. Pegadinha da pergunta mascarada

Pegadinhas de Concurso

Sabe quando você estudou todo o conteúdo programático do concurso, se sente um mestre na disciplina, mas, de repente, a prova traz uma pergunta que você não entende nada?

É muito comum que, nesses casos, esteja ocorrendo a pegadinha da pergunta mascarada.

Essa pegadinha nada mais é que a banca mudando (mascarando) a forma de perguntar algo simples.

Eu posso perguntar: “Quem descobriu o Brasil?”. Mas também posso fazer a mesma pergunta assim: “No século XVI, após viajar mais de 7000 quilômetros via mar, um navegador chegou ao que seria, no futuro, a sétima economia do mundo nos anos 2000. Quem foi este navegador?”.

Às vezes será preciso decifrar o que a pergunta quer dizer. Tirar a máscara dela.

3. Pegadinha do embaralhamento da resposta

Essa pegadinha de concursos é bastante comum em provas de matemática. É similar à pegadinha da pergunta mascarada, mas ocorre nas respostas.

Digamos que a questão coloque um problema matemático onde a resposta é “2”.

Ao aplicar a pegadinha do embaralhamento, podem vir as seguintes alternativas:

a) 1 + (-1)

b) 2 + 2

c) 1 – 1 + (-1 + 3)

d) 3

e) – 2

A resposta certa é a letra “c”, pois o cálculo final da expressão que ela traz tem “2” como resultado.

A banca embaralhou a resposta, tornando-a menos óbvia para o candidato. É preciso ter muito cuidado e atenção ao responder questões assim.

4. Pegadinha do respectivamente

Parece simples, mas muita gente erra ao desconsiderar a importância do termo “respectivamente” numa questão.

Toda vez que esse termo aparecer, significa que a resposta deve ser dada na ordem da pergunta. Por exemplo:

PERGUNTA: Os estados brasileiros que começam com a letra “B” e com a letra “T” são, respectivamente:

a) Bahia e Tocantins

b) Tocantins e Bahia

A resposta certa é a Letra “A”, porque a resposta foi dada na ordem da pergunta.

5. Pegadinha do exceto

Outra forma de induzir o candidato ao erro é utilizar o termo “exceto”, que significa “menos” ou “à exceção de”.

Veja um exemplo de questão onde esse termo é empregado:

PERGUNTA: Ulysses Guimarães, Fernando Collor e José Sarney são políticos brasileiros. Todos foram presidentes da República, exceto:

a) Ulysses Guimarães e José Sarney

b) Fernando Collor

c) Ulysses Guimarães

A resposta certa é a Letra “C”, pois Ulysses foi o único que não chegou a ser presidente. Mesmo a letra “A” contendo seu nome, está presente também “José Sarney”, o que não permite que a alternativa seja verdadeira.

6. Pegadinha da generalização

Muito cuidado com as expressões “todos”, “nunca”, “sempre” e palavras similares. É muito difícil, principalmente em disciplinas não exatas, que exceções não existam.

É possível que haja questões corretas com generalizações, mas é preciso estar atento para não ser induzido a erro.

Um exemplo: “Fernando Henrique Cardoso e todos os seus sucessores na Presidência da República do Brasil completaram o mandato para o qual foram eleitos”.

Embora Fernando Henrique e Lula tenham completado seu mandato, não ocorreu o mesmo com Dilma Rousseff. Induzido pela maior parte, você pode acabar sendo traído pela exceção.

Muito cuidado!

7. Pegadinha do engano semântico

Veja a seguinte afirmação:

“Todos os países da América do Sul ficam ao sul da Linha do Equador”.

Automaticamente somos induzidos a entender que a afirmação está correta, mas ela está errada. A Venezuela e a Colômbia, por exemplo, estão ao norte do Equador.

A pegadinha do engano semântico faz um jogo com o significado das palavras para confundir o candidato. Muita gente estudiosa se engana com essa armadilha!

8. Pegadinha da ovelha negra

Pegadinhas de concurso

Nessa pegadinha, a prova traz várias informações corretas em uma afirmação, para que o candidato se sinta à vontade, e de repente insere uma afirmação incorreta. A ovelha negra! Veja o exemplo:

“Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil em 1500. Nas terras brasileiras encontrou os povos indígenas, nativos do território inexplorado, que não possuíam a tecnologia bélica disponível na Europa, tampouco a tecnologia náutica espanhola, utilizada por Cabral”.

Nesse caso, a ovelha negra é apenas a palavra “espanhola”, já que Pedro Álvares Cabral era português.

Um candidato apressado e desatencioso tropeça fácil nessa pegadinha.

9. Pegadinha do bom senso

Algumas bancas chegam ao limite de apelar para o bom senso do candidato, buscando exigir que ele identifique a resposta “mais correta” de todas.

Isso ocorre quando há mais de uma alternativa com a possibilidade de estar correta, mas uma delas está mais próxima disso. Veja:

PERGUNTA: São cores primárias:

a) Azul e amarelo

b) Rosa, Vermelho e laranja

c) Roxo

d) Preto

e) Vermelho, azul e amarelo

Nesse caso, a correta seria a letra E. Embora a letra A também possua duas cores primárias, a letra E está “mais correta”, pois possui todas.

10. Pegadinha venenosa

A pegadinha venenosa é a mais difícil de superar. Ela é sorrateira, e considera justamente os enganos e confusões comuns dos candidatos para traí-los.

Não é possível prever quando e em que conteúdo ela irá ocorrer. O mais importante é saber que, caso você estude algo que é confuso, não perca a oportunidade de tirar todas as dúvidas.

Nesses casos mais complexos é que as bancas se aproveitam para driblar o concurseiro.

Dois remédios para evitar pegadinhas de concursos

Concurso Público

Se você não quer cair nas pegadinhas de concursos, primeiro busque ter o máximo de atenção ao responder as questões da sua prova.

Para ter atenção, é preciso ter calma. Para ter calma é preciso ter confiança. Para ter confiança é preciso estudar muito, e conhecer desde antes os desafios que irá enfrentar (é o que estamos fazendo aqui).

O segundo remédio para não cair nas pegadinhas de concursos é compreender a forma de atuar da banca do seu concurso.

Você deve estudar o funcionamento da banca de maneira direta, como nesse artigo que fiz sobre a Cespe/Unb, e de maneira indireta, respondendo questões e simulados.

Assim você conhece os tipos de pegadinha feitos por cada banca.

O que aprendemos neste artigo

Hoje fomos a fundo na estrutura das pegadinhas de concursos públicos que ocorrem Brasil afora.

Após analisar várias provas e questões, selecionei as pegadinhas mais frequentes, e apontei para que você possa se prevenir e não errar em seu concurso.

São elas:

PEGADINHAS DE CONCURSOS
1. Pegadinha da Letra A
2. Pegadinha da pergunta mascarada
3. Pegadinha do embaralhamento da resposta
4. Pegadinha do respectivamente
5. Pegadinha do exceto
6. Pegadinha da generalização
7. Pegadinha do engano semântico
8. Pegadinha da ovelha negra
9. Pegadinha do bom senso
10. Pegadinha venenosa

Agora preciso da sua ajuda!

Para aperfeiçoar meu trabalho aqui no Segredos de Concurso peço humildemente que deixe um comentário dizendo o que achou deste artigo.

Para mim é essencial contar com a sua opinião! Faço questão de ler cada comentário, e respondo na primeira oportunidade.

Conto com você… Até a próxima!

😉

  • Lilian M.

    Excelente artigo! Obrigada e parabéns, Danilo!

  • Phelipe Sousa Murada

    Muito bom me ajudou muito a passar no concurso parabéns excelente!

  • Letícia Medeiros

    Como eu não te achei antes??? Excelente artigo.

    • Que bom que gostou, Leticia. Abraço!

    • Stenio Alves

      eu tenho 15 anos nunca fiz concursos mas já estou aprendendo técnicas de estudos,planejamento de estudos e de inteligencia emocional e sabendo as pegadinhas das questões de concursos para quando for fazer não cair e conseguir passar.