O Guia simples e prático para acertar questões de Raciocínio Lógico no seu concurso!

Raciocínio Lógico para Concurso

Por ser uma disciplina presente em praticamente todos os concursos públicos brasileiros, raciocínio lógico deveria merecer atenção especial nos cursos e materiais de estudo disponíveis no mercado, mas nem sempre é isso que acontece.

Na verdade, é muito comum que os estudos de raciocínio lógico na preparação para concurso só reproduzam algo que a maioria dos concurseiros sentiam ao estudar matemática na escola básica: a sensação é de que raciocínio lógico é algo complicado, entediante e trabalhoso.

Contudo, assim como estudar matemática, estudar raciocínio lógico exige um cuidado especial, e a utilização de ferramentas mentais diferentes daquelas que você utiliza nas demais disciplinas (Direito, Português, História e outras). Ao entender que raciocínio lógico é uma disciplina diferenciada, e por isso exige um método diferenciado de preparação, você alcançará o desenvolvimento necessário para acertar o máximo de questões na sua prova.

Neste artigo vou lhe ensinar métodos, conhecimentos e ferramentas interessantíssimas para começar a ter grandes resultados nessa disciplina. Também vou lhe passar informações que farão com que sinta verdadeiro prazer de estudar raciocínio lógico, facilitando, assim, seu ânimo para estudar.

Com certeza, após ler detalhadamente esta publicação, você entrará para o rol de uma minoria de concurseiros que possuem alto desempenho em raciocínio lógico.

Vamos lá!

O que é Raciocínio Lógico

O que é raciocínio lógico

O professor Irving Copi, uma das principais referências no mundo quando o assunto é raciocínio lógico, define da seguinte forma “lógica” (leia com atenção):

O estudo da lógica é o estudo dos métodos e princípios usados para distinguir o raciocínio correto do incorreto. […] O estudo da lógica proporcionará ao estudante certas técnicas e certos métodos de fácil aplicação para determinar a correção ou a incorreção de todos os raciocínios, inclusive os próprios. – Irving Copi

Quando você estuda raciocínio lógico, na verdade está estudando a possibilidade de um pensamento ou um discurso ser correto ou incorreto.

Para facilitar essa análise, existe um método famoso (cobrado em concursos), que substitui expressões verbais por símbolos. É como se você estivesse fazendo contas com a linguagem. Em vez de perguntar “quanto é 1 + 1?”, como uma prova de matemática, a prova de raciocínio lógico pergunta: “Todo cachorro é azul. Totó é um cachorro. Posso dizer que Totó é azul?”.

Substituindo “cachorro”, “azul” e “Totó” por símbolos você chegará a um “resultado”.

No nosso dia-a-dia falamos muitas vezes que algo “não tem lógica”. Quando dizemos isso queremos nos referir a pensamentos incorretos. Estudar lógica é justamente aprender os métodos necessários para detectar esses pensamentos incorretos (chamados de “falácias”).

A rainha nos estudos de Raciocínio Lógico

A rainha nos estudos de raciocínio lógico

Agora que você já sabe qual é o objeto de estudo da disciplina raciocínio lógico, preciso lhe dizer qual é a grande prioridade para se dar bem em qualquer prova. Estou me referindo à rainha da preparação quando o assunto é raciocínio lógico: a prática.

Para entender a importância da prática, vou fazer uma relação ilustrativa.

Você prefere ter à sua disposição, no dia da prova do seu concurso, uma mochila com alguns livros ou uma biblioteca inteira? A resposta é: depende!

Embora possa ser sedutor ter toda uma biblioteca, com dezenas de milhares de títulos, lembre-se que na prova de um concurso público você precisa ter a resposta certa no mínimo de tempo possível. Por isso, uma mochila com alguns livros bem selecionados pode ser bem mais útil do que uma biblioteca inteira que lhe tomaria muito tempo para encontrar o que precisa.

A prática é o que faz você selecionar os livros corretos para colocar em sua mochila. Ou melhor, ela lhe ajuda a absorver e usar com facilidade todos os conhecimentos de raciocínio lógico que você precisa para utilizar rapidamente no momento da prova.

O legal é que, quanto mais você pratica raciocínio lógico, mais sua capacidade de aprendizado irá melhorar, inclusive nas demais disciplinas. O bom candidato em raciocínio lógico tende a se dar bem nas demais disciplinas, por isso, inclua o estudo da lógica no seu dia-a-dia. Pratique o máximo possível!

Brincando e raciocinando logicamente

Brincando com raciocínio lógico

Para se introduzir nos estudos de raciocínio lógico, ou aperfeiçoar a sua capacidade de raciocínio, cálculo e sensibilidade argumentativa, é importante aderir a algumas “brincadeiras”, que podem servir até mesmo de distração em momentos onde não puder estudar pra valer. Selecionei 4 jogos que comprovadamente aumentam sua capacidade de resolver problemas lógicos:

Sudoku

Sudoku é um jogo (puzzle) em que se têm de preencher as casa vazias com algarismos de 1 a 9, de modo que o mesmo algarismo não se repita em cada linha, coluna e quadrado. Para jogar Sudoku no computador ou no smartphone basta digitar “sudoku” em qualquer buscador, e encontrar centenas de aplicativos e games para treinar lógica.

Desafios de lógica

Gosto muito das revistas que trazem desafios de lógica para os leitores, mas hoje há muitas possibilidades de encontrar esse tipo de passatempo, principalmente na internet. São simplesmente problemas onde você deve usar raciocínio lógico para encontrar a solução. Possuem o mesmo fundamento que as questões de concurso.

Conheça segredos para turbinar seus estudos!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente dicas surpreendentes sobre como estudar para Concurso!

Cubo mágico

O cubo mágico também é chamado de cubo de Rubik, por ter sido inventado no ano de 1974 pelo húngaro Ernõ Rubik. Trata-se de um cubo, geralmente de plástico, que forma um quebra-cabeça colorido, onde você tem como objetivo deixar as faces do cubo com uma só cor. Uma brincadeira desafiadora e divertida.

Xadrez

Jogar xadrez lhe dá maior desenvoltura ao tomar decisões, treinamento do pensamento crítico, maturidade intelectual, poder de análise de consequências, aumento da disciplina, responsabilidade das ações, habilidade de antecipação, aumento da velocidade de pensamento. Precisa dizer mais alguma coisa? Se você não sabe jogar xadrez, aprenda. Se sabe, jogue!

3 conceitos simples, mas preciosos!

Raciocínio Lógico para concurso

Para ser um bom estudante de lógica você precisará sempre ter em mente 3 conceitos bem fáceis de entender. Em qualquer problema de raciocínio lógico esses três elementos estarão em jogo. São eles:

Proposição: uma proposição é a afirmação de que algo é verdadeiro. Após analisarmos qualquer proposição, podemos defini-la como verdadeira ou falsa.

Proposições não são frases. Usamos frases para exprimir proposições, mas nem toda frase é uma proposição: ordens e perguntas, por exemplo, geralmente não contêm proposições. A frase “compre o café!”, é uma frase, mas não é uma proposição, porque não afirma que algo é verdadeiro.

Uma proposição é uma frase como “você comprou o café”. Por quê? Porque ela pode ser definida como verdadeira ou falsa.

Argumento: é um conjunto de proposições que utilizamos para provar algo. Por exemplo:

Todos os homens são mortais.
Sócrates é homem.
Logo, Sócrates é mortal.

Este é um argumento correto, pois está logicamente adequado.

Premissas e conclusão: premissas são as proposições em que se baseiam determinados argumentos. A conclusão é a proposição final do argumento, que é afirmada após a relação lógica entre as premissas. No exemplo acima, as premissas são:

Todos os homens são mortais.
Sócrates é homem.

A conclusão é:

Logo, Sócrates é mortal.

Simples assim!

Não esqueça disto!

Raciocínio Lógico para concurso

Não confunda verdade com validade. Apenas proposições podem ser verdadeiras. Apenas argumentos podem ser válidos.

“O céu é laranja” é uma proposição falsa. Mas o argumento a seguir é válido:

Tudo o que é azul é laranja
O céu é azul
Logo, o céu é laranja

Ser verdadeiro tem a ver com ter correspondência com a realidade. Ser válido tem a ver com fazer o cálculo corretamente.

😉

Agora é com você…

Estudando corretamente raciocínio lógico

Se eu fosse você, treinaria raciocínio lógico diariamente, para “malhar” seu cérebro, ajudando nas outras disciplinas, e ficar afiado para a prova dessa disciplina que, com o tempo, pode até lhe divertir bastante.

Não esqueça que é fundamental fazer questões anteriores do seu concurso, além de questões realizadas pela mesma banca em outras provas.

Um Curso Completo de Raciocínio Lógico

Uma grande oportunidade para tornar seus estudos mais qualificados é garantir o acesso ao curso online de raciocínio lógico a seguir, que vai lhe dar o passo-a-passo na preparação para essa que é uma das disciplinas mais desafiadoras nos concursos brasileiros.

Curso de Raciocínio Lógico

Tenho indicado este curso para muitos candidatos com sérias dificuldades em Raciocínio Lógico – aqueles que simplesmente dizem: “não consigo entender nada”. Vale muito a pena superar esse estado para lutar por sua aprovação.

O que aprendemos neste artigo

Neste artigo aprendemos qual a melhor forma de estudar raciocínio lógico, e tivemos uma breve introdução ao que é fundamental para entender essa disciplina. Também mostrei alguns jogos que podem servir para melhorar seu desempenho na disciplina, fazendo com que você aprenda se divertindo.

Preciso da sua ajuda!

Me empolgo muito escrevendo para você aqui no Segredos de Concurso. Por isso, gostaria de uma contrapartida: um simples comentário dizendo o que achou do texto e falando sobre sua experiência com raciocínio lógico.

Faço questão de ler todos os comentários, e respondo na primeira oportunidade possível.

Até a próxima!

😉

 

 

  • Maria Eduarda

    Muito bom o artigo!!! Fico perdida no raciocínio lógico e agora este artigo me abriu a mente … MUito Obrigada por partilhar das suas experiências.

  • Cláudio Iaronka junior

    Show!!

  • Gabi Calderon

    Quase achei que estava no site “esquemaria”, pq o design dele é o mesmo do seu.

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Luis Lutcho

    Danilo, ótimo artigo. Sou excepcionalmente bom em matemática, mas isso não tem uma correlação direta com a lógica e neste seu artigo eu pude começar a entender o por que. Muito Obrigado.

  • Claudio Nogueira

    Nesse momento estou empenhado em aprender Raciocínio Logico, pois ira fazer toda a diferença na minha prova!

  • Mateus Silva

    Seu blog é ótimo, estou amando as dicas. Já está na minha barra de “favoritos” rsrs.

  • Raffaela Farias

    Muito bom. Adorei o artigo. Dica pra vida toda! Obrigada

  • Ellen Tatiana Rocha

    Gostei muito do carinho para com as dicas e o artigo todo!!! parabéns e obrigada!! vou baixar o sudoku no celular para treinar!!

  • Valeu, Adilson! Seu comentário me dá motivação para insistir nesse projeto que é o Segredos de Concurso. Grande abraço!

    🙂

  • Cleybson Santana

    Olá Danilo, assim como Lucas Lutcho eu também gosto muito e me dou bem com a Matemática, mas nunca em raciocínio lógico, muito obrigado pelo artigo, me ajudou muito, quero fazer o ENEM e além de cursar, se formar em Engenharia Civil!!

  • Gislene Brito

    Gostei do artigo. Esclarecedor de fácil entendimento.

  • GauchaLusitana

    Ainda não me detive no site, somente neste artigo, mas foi um começo interessante. Obrigada.

  • Djr1000

    alguem poderia me ajudar por favor.

    Se não é verdade que Alípio gosta de tênis ou de voleibol, avalie

    se as afirmativas a seguir são falsas (F) ou verdadeiras (V):

     Alípio não gosta de tênis nem de voleibol.

     Alípio gosta de tênis.

     Pode ser que Alípio goste de futebol.

    As afirmativas são respectivamente:

    (A) F, F e F.

    (B) F, F e V.

    (C) V, V e F.

    (D) F, V e F.

    (E) V, F e V.

    • A alternativa correta é a letra “B”, Djr, porque é usado o termo “ou”, abrindo a possibilidade de Alípio não gostar de um dos dois esportes. Ao mesmo tempo, não é afirmado que ele gosta de algo.

      • Djr1000

        Danilo Muito obrigado, porque não pode ser a letra E?

        • Porque a questão diz que Alípio não gosta de tênis ou não gosta de voleibol. Para que a primeira alternativa seja verdadeira, a questão deveria dizer “Alípio não gosta de tênis E de voleibol”.

          • Djr1000

            Obrigado…….

  • Miguel Ângelo

    Gostei do artigo, abordou o tema com clareza, direto ao assunto, colocou dicas e além do mais indicou jogos lúdicos para melhorar o desempenho lógico.

  • Ellis Passos

    Porrr favor, me ajude a me explicar uma coisa sobre Raciocínio Lógico? Sempre quando faço essas questões fico com dúvida se está sendo pedido o contrário do que está se falando ou se é para colocar o que está se afirmando. Por exemplo:

    Se Rodrigo mentiu, então ele é culpado. Logo:
    a) Rodrigo não é culpado.
    b) Se Rodrigo não mentiu então ele não é culpado.
    c) Rodrigo mentiu.
    d) Se Rodrigo não é culpado, então ele não mentiu.
    e) Se Rodrigo é culpado, então ele mentiu.

    Nessa questão a resposta certa é a “D”, mas porque não poderia ser a “B” que é quase a mesma coisa ou a “E” que reforça o que foi falado? E como posso pegar esse exemplo para outras questões?
    Obrigada desde já.

    • Oi, Ellis. Teríamos que nos aprofundar um pouco para te explicar melhor essa questão (que é bem sutil). Mas a alternativa correta é mesmo a letra “D”. Estude “tabela de verdade” e saberá o porquê dessa resposta. Abraço!

  • Nilvanda

    Danilo, fico até sem palavras, você é simplesmente fantástico, seus artigos são maravilhosos. Eu tenho muitas dificuldades com raciocínio lógico, mas seguirei suas dicas e com certeza irei deixar meu cérebro fitness. Risos.

  • Suelen Reis

    Ótimo artigo, realmente me animou a tentar aprender raciocínio lógico. Obrigada!

  • Natália Pessanha

    Bons comentário! Realmente, a lógica não é somente importante para concursos e testes de emprego. É essencial para a vida, nos faz pensar muito mais rapido, reduzindo da perda de tempo na resolução de problemas,

  • Eduardo Lynniky

    Gostei muito do texto. E me vee diversas dicas para estudar o raciocínio lógico.Muito show cara o seu blog.

  • Esdras Souza

    Nossa, me incentivou mais. Obrigado!!
    #PARTIU fazer uns desafios e jogar umas partidas de xadrez na internet!

  • Wilson Santos

    Conteúdo muito bom. Eu tinha dificuldade total, mas após começar a estudar raciocínio lógico em alguns sites, passei a resolver várias questões de forma fácil.

  • Wilson Santos

    Ellis, de acordo com o conectivo “se”, a resposta da questão é a letra E, pois são equivalentes: Se Rodrigo mentiu, então ele é culpado. Logo, se Rodrigo é culpado, então ele mentiu. Condicional (símbolo →; lê-se “se… então”): Inserindo este conectivo entre duas proposições p e q temos: p → q, denominada condição de p e q, assim “p” será condição suficiente para “q” e “q” condição necessária para “p”.
    O valor lógico da condição (V ou F), dependerá do critério básico que indica que uma condição p → q só terá valor lógico falso (F) se a primeira proposição for verdadeira e a segunda for falsa.

    Vejamos na tabela verdade:

    p
    q
    p → q
    V
    V
    V
    V
    F
    F
    F
    V
    V
    F
    F
    V

    Equivalências da Condicional
    A → B ⇔ ∼A ∨ B
    A → B ⇔ ∼B → ~A
    http://segredosdeconcurso.com.br/raciocinio-logico/

  • Pingback: ()

  • Brunna

    Obrigada pelo artigo, muito motivador! Infelizmente, sou desse grupo de estudantes que não entendem nada de raciocínio lógico, inclusive cogitei deixar a disciplina de lado, pois até o momento, o livro, as vídeos-aula e apostilas não tem suprido minhas dificuldades, principalmente quando se trata de sequência.

    Quando penso que compreendi o raciocínio e vou resolver questões, mal consigo iniciar a resolução dos problemas. É bem frustrante, mas como você disse, é necessário entender a lógica até mesmo para ajudar no estudo de outras matérias.

    • É isso, Brunna. Não desista… Com paciência e persistência as coisas vão ficando mais fáceis, sim. Abraço!