Concurso Analista Judiciário TRF-4: o Guia Completo!

Concurso Analista TRF-4

Hoje vamos focar num concurso bastante disputado, procurado e concorrido: o Concurso TRF-4, com ênfase no cargo de Analista Judiciário.

Trata-se de um concurso que oferece a remuneração de R$ 13.345,38 mil reais. Uma oportunidade difícil de encontrar, mesmo em cargos que possuem o bacharelado em Direito como requisito – como é o caso do Analista Judiciário do TRF-4.

Caso tenha alguma dúvida ao longo do texto deixe um comentário para que possamos esclarecer suas dúvidas.

Vamos lá!

O Concurso Analista TRF-4 2019

Concurso TRF-4 2019

A melhor notícia é que o concurso está aberto, com vagas para o cargo de Analista Judiciário.

A banca escolhida para realizar a prova é a mesma do concurso de 2014, a Fundação Carlos Chagas (FCC).

Iniciar uma preparação antecipada é estratégico para obter um desempenho adequado.

Atribuições do Analista TRF-4

Atribuições Analista TRF-4

Quando for aprovado no concurso, você deverá realizar atividades de nível superior a fim de fornecer suporte técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e/ou órgãos julgadores.

O trabalho do Analista compreende também o processamento de feitos, a elaboração de pareceres, certidões e relatórios estatísticos e a análise e pesquisa de legislação, doutrina e jurisprudência. Envolve a indexação de documentos e o atendimento às partes, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

O que cai na prova de Analista Judiciário do TRF-4

Prova Concurso TRF-4

Agora vejamos o conteúdo programático previsto no edital do concurso TRF-4:

  • Língua Portuguesa – 16 questões (peso 1)
  • Raciocínio Lógico – 04 questões (peso 1)
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões (peso 2)
  • Estudo de Caso – 2 questões (peso 2)

Os conhecimentos específicos (30 questões de peso 2) são os seguintes:

  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Direito Tributário
  • Direito Previdenciário

As questões de Estudo de Caso são sobre as disciplinas de Direito Previdenciário e Direito Administrativo. Cada estudo de caso valerá 10 pontos (20 no total).

Então, temos a seguinte contabilidade para a prova de Analista (considerando os pesos):

  • 20 pontos – conhecimentos básicos
  • 60 pontos – conhecimentos específicos
  • 40 pontos – estudos de caso sobre os conhecimentos específicos

Perceba que é fundamental dominar as disciplinas de conhecimentos específicos, em especial Direito Previdenciário e Direito Administrativo, possibilitando somar pontos tanto nas questões objetivas quanto nos estudos de caso.

O que caiu dessas duas disciplinas foi principalmente os seguintes temas:

Direito Administrativo

  • Licitações e Lei 8.666 de 1993.
  • Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990.
  • Provimento e vacância.
  • Tipos e Modalidades – Concorrência, tomada de preços, convite, concurso e leilão.
  • Improbidade Administrativa – Lei 8.429/92.
  • Atos de Improbidade Administrativa e suas Sanções.
  • Conceito, Competência Legislativa, Sujeitos e Finalidades.

Direito Previdenciário

  • Regime Geral de Previdência Social – RGPS.
  • Planos de Benefício da Previdência Social – Lei nº 8.213, de 24 de Julho de 1991.
  • Beneficiários do Regime Geral de Previdência Social – RGPS.
  • Segurados Obrigatórios – Empregado.
  • Benefícios em Espécie.
  • Aposentadoria por Invalidez.
  • Auxílio-Acidente.

Se você não sabia por onde começar, já tem um roteiro para nortear seus estudos.

😉

Prova Anterior e Apostilas em PDF

Lembre-se: estamos falando de um concurso que oferece mais de R$13 mil reais de remuneração.

O que você faria com esses vencimentos todo mês?

Sonhar é muito importante para nos motivar, ao tempo em que mantemos o pé no chão lembrando que será preciso investir muito tempo e disciplina para ser aprovado.

O que funciona aqui é estudar diariamente, algumas horas por dia, criando o hábito de estudar. A preparação precisa se tornar o centro da sua vida.

Inclua a resolução de questões e a revisão periódica dos assuntos que já estudou. Assim você vai criando intimidade com o conteúdo.

Quanto ao material de estudo, muito cuidado: escolha conteúdos atualizados, completos, feitos especialmente para o concurso de Analista do TRF-4.

Já vi candidatos estudando para concurso através de materiais acadêmicos muito aprofundados… Ou seja: perdendo tempo! Conteúdos preparados especialmente para o concurso lhe dão a vantagem de não ter conteúdo a mais nem a menos.

Tenho sugerido o material a seguir para uma preparação de alto desempenho considerando esses pressupostos:

Apostila Concurso Analista TRF-4

Trata-se de um excelente custo/benefício se considerarmos a remuneração que você irá receber no TRF-4.

Complementarmente ao material completo, pegue também os conteúdos a seguir:

Bons estudos!

O que aprendemos neste artigo

Hoje nossa dedicação foi para o concurso de Analista Judiciário, Área Judiciária, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o TRF-4 (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná).

Além de informações essenciais presentes no edital, tivemos acesso a dicas e materiais para uma preparação de qualidade.

Isto é fundamental!

Retribua esse conteúdo de forma 100% gratuita com um breve comentário dizendo o que achou do que acabou de ler. Isso é essencial para mantermos o site funcionando.

Dicas, sugestão e críticas são muito bem-vindas por aqui. Faço questão de ler cada comentário e respondo na primeira oportunidade que aparece.

Até a próxima!

😉