Contas Contábeis: aprenda definitivamente para seu concurso!

Contas Contábeis

Voltamos à disciplina de Contabilidade para concurso, dessa vez para tratar de um tema básico, introdutório, mas essencial para responder questões nessa área: as Contas Contábeis.

Caso surja alguma dúvida ao longo do texto deixe um comentário para que possamos esclarecer qualquer conceito que desenvolveremos a seguir.

Vamos nessa!

O que é uma Conta Contábil

O que é Conta Contábil

Provavelmente você tem uma conta num banco, utilizada para as movimentações financeiras do seu dia-a-dia. Nela você tem débitos (despesas) e créditos (receitas).

Os débitos diminuem seu patrimônio. Os créditos aumentam seu patrimônio.

Perceba que você pode criar várias contas, cada uma para um objetivo específico: conta da faculdade do filho, conta da casa própria, conta dos gastos do dia-a-dia e por aí vai.

Reconhecendo esses exemplos que acabei de dar, chegamos ao conceito de Conta Contábil: conjunto de registros de créditos e débitos da mesma natureza.

As contas são a essência da contabilidade, o instrumento utilizado para o registro das movimentações patrimoniais de uma entidade.

Sempre que você precisa esclarecer algo sobre sua vida financeira, é preciso consultar suas contas. O mesmo acontece com as empresas, que possui várias contas para melhor organização da sua estrutura financeira.

Vamos conhecer um pouco delas a seguir.

Diferença entre Ativo e Passivo

Existem dois tipos principais de contas: contas do Ativo e contas do Passivo. Você sabe qual a diferença entre Ativo e Passivo?

Um ativo é tudo aquilo que pode ser adquirido ou criado e que lhe renderá ganhos. Um passivo é tudo aquilo que pode ser adquirido ou criado e que lhe gerará despesas.

Contas do Ativo

Contas do Ativo

Primeiro falaremos das Contas do Ativo, que se dividem entre contas do Ativo Circulante e do Ativo Não Circulante. Entenda:

  • Ativo Circulante – bens e direitos que podem ser transformados em dinheiro no curto prazo (até um ano).
  • Ativo Não Circulante – bens e direitos que só podem ser transformados em dinheiro no longo prazo (mais de um ano).

Contas do Ativo Circulante

As principais contas do Ativo Circulante são as seguintes:

  • Disponibilidades – Contas que possuem o maior grau de liquidez no Ativo. Disponibilidade imediatas e quase imediatas. Exemplo: Caixa e Aplicações financeiras de liquidez imediata.
  • Contas a Receber ou a Recuperar – São valores a receber (no curto prazo) decorrentes de vendas a prazo de mercadorias e serviços a clientes, ou oriundos de outras transações.
  • Estoques – Estoques de mercadoria, produtos acabados, produtos em elaboração ou matéria prima.
  • Despesas do Exercício Seguinte – Antecipação de pagamento de despesas, cujos serviços, produtos ou benefícios ocorrerão apenas no próximo exercício. Exemplo: prêmios de seguros, antecipação de comissões etc.

Contas do Ativo Não Circulante

As principais contas do Ativo Não Circulante são as seguintes:

  • Ativo Realizável a Longo Prazo – Contas que devem entrar em liquidez somente após o encerramento do próximo exercício. As mesmas contas do Ativo Circulante, mas com prazo de realização acima de um ano.
  • Investimentos – Ativos que a empresa não tem intenção de se desfazer, e que não são destinados à manutenção da entidade.
  • Imobilizado – São bens e direitos utilizados na atividade operacional da empresa. A venda de qualquer desses elementos sem a devida reposição, prejudicará sua atividade.
  • Intangível – Bens que não possuem matéria, portanto não podem ser tocado fisicamente. Exemplos: direito de uso de software, patente, direitos autorais, marcas etc.

Contas do Passivo

Contas do Passivo

No caso do Passivo, a divisão é feita em três grupos de contas:

  • Passivo Circulante (curto prazo)
  • Passivo Não Circulante (longo prazo)
  • Patrimônio Líquido

Entenda melhor a seguir.

Contas do Passivo Circulante

As contas do Passivo Circulante contém as obrigações que devem ser pagas ou recolhidas até o término do próximo exercício.

As contas do Passivo Circulante são representadas com a expressão “a pagar” ou “a recolher”.

As principais contas são referentes a obrigações com fornecedores, funcionários, fiscais e trabalhistas, provisões, entre outras.

Contas do Passivo Não Circulante

As Contas do Passivo Não Circulante são aquelas semelhantes à do Passivo Circulante, se diferenciando pelo prazo de pagamento.

É comum que as contas do Passivo Não Circulante sejam transferidas para o Passivo Circulante, quando as obrigações tornam-se de curto prazo (até um ano).

Contas do Patrimônio Líquido

O Patrimônio Líquido é a dívida da empresa para com os seus sócios. Ele dividido da seguinte forma:

  • Capital Social – Recurso aplicado pelos sócios na empresa.
  • Reservas de Capital – Valores emitidos pela empresa, não destinados a aumento do capital social e que não passaram pelo resultado.
  • Reservas de Lucro – Valores retidos do lucro, para uma destinação específica. Parte do lucro que não é distribuída aos sócios como dividendos, ficando investida na empresa.
  • Ajustes de avaliação patrimonial – São os aumentos ou reduções de valores do ativo ou passivo, em função do valor real de mercado.
  • Ações em Tesouraria – Ocorre quando a empresa compra, no mercado de ações, suas próprias ações.
  • Prejuízos Acumulados – É a soma dos valores negativos do resultado que são acumulados em um ou mais exercícios.

O que aprendemos neste artigo

Hoje aprendemos o conceito de Contas Contábeis, e conhecemos os tipos de contas vinculadas ao passivo e ao ativo de uma entidade.

Além do esclarecimento dos conceitos, vimos exemplos práticos e comparativos para melhor compreensão.

Tenho um convite para você!

Deixe um comentário como contribuição 100% gratuita pelo conteúdo que acabou de ler. Sua participação é fundamental para a continuidade do Segredos de Concurso.

Faço questão de ler cada comentário, e respondo na primeira oportunidade que surge. Deixe dúvidas, sugestões e críticas.

Até a próxima!

😉