Acentuação Gráfica: dicas e macetes para nunca errar na sua prova!

Acentuação Gráfica

Você tem dificuldades em aprender Acentuação Gráfica? Fique tranquilo(a)… Você não está só. Na verdade, esse é um desafio para muitos candidatos a concurso público.

Não se engane: conheço até mesmo escritores e redatores que têm dificuldade em aprender a aplicar corretamente os acentos.

Por isso resolvi fazer este artigo completíssimo sobre o tema, para que você inicie o entendimento das regras e conceitos da Acentuação Gráfica.

Tanto na prova de Língua Portuguesa quanto na prova de Redação, esse será um grande diferencial.

Vamos nessa!

Acento ou assento?

Antes de qualquer coisa, vamos fazer uma diferenciação entre as palavras “Acento” e “Assento”.

Você confunde a escrita dessas palavras? Se sim, entenda:

ASSENTO: lugar que utilizamos para sentar.

ACENTO: sinal gráfico utilizado nas sílabas tônicas das palavras.

Deu pra perceber a diferença? Aqui vamos estudar a utilização dos acentos!

😉

O til é um acento?

O til é um acento?

Outra dúvida preliminar que precisamos resolver ao falar de Acentuação Gráfica: o til é um acento?

Desde já fique sabendo que os acentos só podem recair na sílaba tônica da palavra. Não é o caso do til, que é considerado apenas como “indicativo de nasalização” da palavra.

Sílaba tônica é a famosa sílaba “mais forte” da palavra, aquela que tem um som mais marcante. Existem palavras com sílabas onde o til está presente e ela não é a tônica, como nas palavras “órgão” e “sótão”.

Sendo assim, embora modifique foneticamente a palavra, a presença do til não indica, necessariamente, sílaba tônica.

Ou seja: o til não é um acento!

Por que estudar Acentuação Gráfica?

Uma dúvida recorrente entre candidatos a concurso público é sobre a verdadeira necessidade de estudar determinados assuntos.

Sempre gosto de tratar aqui no blog sobre o porquê das coisas, por isso, precisamos entender por que estudar Acentuação Gráfica.

Basicamente, saber a tonicidade da sílaba das palavras garante que tenhamos uma pronúncia adequada de cada vocábulo.

Com isso, evitamos gerar confusão na comunicação. A palavra “maiô” (roupa de banho), por exemplo, se for utilizada sem o acento passa a ser entendida como “maio” (o mês).

Com o acento circunflexo, a pronúncia fica completamente distinta, tornando a última sílaba da palavra tônica.

Oxítonas, Paroxítonas e Proparoxítonas

Agora temos que aprender três conceitos fundamentais para avançar na compreensão da Acentuação Gráfica.

Você sabe a diferença entre palavras oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas?

OXÍTONAS: palavras cuja última sílaba é tônica. Exemplos: suflê, maiô, rapé.

PAROXÍTONAS: palavras cuja penúltima sílaba é tônica. Exemplos: túnel, difícil, bênção.

PROPAROXÍTONAS: palavras cuja antepenúltima sílaba é tônica. Exemplos: estádio, sólido, música.

Entender esses conceitos será fundamental para assimilar as regras de Acentuação Gráfica que discutiremos logo mais.

Sílaba Tônica e Sílaba Átona

Sílaba tônica e átona

É bom lembrar que a sílaba tônica é aquela que é emitida com mais ênfase em uma palavra. É a sílaba “forte”, a mais marcante na pronúncia.

Cada palavra possui uma única sílaba tônica. Por isso nunca há uma palavra com mais de um acento, já que o acento indica a sílaba tônica.

Também é bom lembrar que muitas palavras possuem sílaba tônica, mas não possuem acento.

Já a sílaba átona são as demais sílabas da palavra, que não possuem a intensidade da sílaba tônica.

Veja alguns exemplos:

re-lâm-pa-go: “lâm” é a sílaba tônica; as outras são átonas.

ma-ca-co: “ca” é a silaba tônica; as outras são átonas.

so-fá: “fá” é a sílaba tônica; as outras são átonas.

xí-ca-ra: “xí” é a sílaba tônica; as outras são átonas.

Ficou com alguma dúvida até aqui? Deixe um comentário falando sobre sua dificuldade. Faço questão de ajudar.

O novo Acordo Ortográfico

Em 2009 o Brasil começou a implementar o novo Acordo Ortográfico, que unificou algumas regras gramaticais em países de Língua Portuguesa. Entre eles: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

A ideia do Acordo, além da unificação, foi simplificar as suas regras ortográficas e, com isso, aumentar o prestígio internacional da língua.

Este artigo está completamente atualizado de acordo com as regras do Novo Acordo, já que alguns tópicos de Acentuação Gráfica foram modificados.

Acento Agudo

O acento agudo é usado na representação de um som mais aberto na pronúncia das palavras.

É muito comum nas vogais “á”, “é” e “ó”, mas ocorre também nas vogais “í” e “ú”.

Para não esquecer nunca a importância do acento agudo, veja a tragédia que pode acontecer caso esqueçamos de utilizá-lo.

A palavra “cágado” (animal), sem acento, transforma-se em “cagado” (defecado).

Acento Circunflexo

Já o acento circunflexo serve para indicar as vogais tônicas fechadas “â”, “ê” e “ô”. Não é utilizado nas vogais “i” e “u”.

Veja alguns exemplos: câmara, você, higiênico, ônibus.

Acentuação de palavras monossilábicas

Palavras monossilábicas são aquelas que possuem apenas uma sílaba. Levam acento agudo ou circunflexo os monossílabos terminados em:

  • – a, – as: já, lá, vás.
  • – e, – es: fé, lê, pés.
  • – o, – os: pó, dó, sós.

Acentuação de palavras oxítonas

Já vimos aqui que as palavras oxítonas são aquelas que possuem a última sílaba tônica. Vamos agora conhecer a regra de acentuação das palavras oxítonas.

Acentuam-se as palavras oxítonas terminadas em:

  • – a, – ascajás, vatapás, carajás.
  • – e, – es: você, café, rapé.
  • – o, – os: avô, jiló, avó, carijós.
  • – em, – ens: também, vinténs, armazém.

Acentuação de palavras paroxítonas

As palavras paroxítonas são aquelas que possuem a penúltima sílaba tônica.

Acentuam-se as palavras paroxítonas terminadas em:

  • – i, – is: júri, cáqui.
  • – us: vírus, bônus.
  • – r: éter, caráter.
  • – l: nível, amável.
  • – x: ônix, tórax.
  • – n: hífen, éden.
  • – um, – uns: médium, álbuns.
  • – ão, – ãos: órfão, órgãos.
  • – ã, – ãs: ímã, órfãs.
  • – ps: fórceps, bíceps.
  • – on(s): íon, rádons.

Acentuação de palavras proparoxítonas

Já as palavras proparoxítonas, que  possuem a antepenúltima sílaba como a tônica, sempre serão acentuadas.

Veja alguns exemplos: módulo, rápido, código, ânimo, ônibus.

Uso do Trema

O trema é um sinal na forma de dois pontos, colocado sobre uma vogal para modificar sua pronúncia.

Após o acordo ortográfico, o trema só pode ser utilizado nas palavras estrangeiras e em suas derivadas: Müller, mülleriano, Hübner, hübneriano, Bündchen.

Acento Diferencial

Outro tópico importante no conteúdo de Acentuação Gráfica é sobre o Acento Diferencial, que é utilizado para auxiliar na diferenciação das palavras com a mesma pronúncia.

O acordo ortográfico determinou que o acento diferencial deve ser utilizado apenas nos seguintes pares: pôde/pode, pôr/por, têm/tem, vêm/vem; derivados de ter e vir (mantém/mantêm, convém/convêm, detém/detêm).

Uma dica final

Regras de Acentuação Gráfica

Como você pôde ver neste artigo, existem muitas regras e muitos detalhes para dominar o conteúdo de acentuação gráfica. Fora as exceções, para as quais também devemos estar atentos.

Uma dica preciosa para aprender sem muito esforço é se tornar um leitor assíduo. Ao ler você consegue assimilar a correta aplicação dos acentos agudos e circunflexos nas diversas palavras.

Não estou falando de grandes clássicos da literatura. Basta ler com alguma frequência, não importa qual tipo de conteúdo.

DICA EXTRA: tire suas dúvidas de Português com a Academia Brasileira de Letras!

O que aprendemos neste artigo

Hoje nos dedicamos a aprender em detalhes a parte de Acentuação Gráfica para Concurso Público.

Vimos conceitos e regras de Acentuação Gráfica para melhor assimilar esse conteúdo que gera dúvidas mesmo nos mais dedicados concurseiros.

Agora preciso de você!

Chegando ao fim, gostaria de lhe pedir uma ajuda.

Deixe um comentário dizendo o que achou do artigo, ou com dúvidas, sugestões e críticas.

Pra mim é fundamental a sua participação. Faço questão de ler cada comentário, e respondo na primeira oportunidade.

Até a próxima!

😉

  • Cleonilde Soares Nobre

    Excelente artigo, obrigada.

  • Joelma Priscila Custodio Silva

    É bem conciso e claro, por isso obrigado. Minha sugestão seria que no final de cada artigo houvesse um pequeno questionário de forma a estimular ainda mais. Mas por hora muito obrigado pela força meu amigo. Que Deus te abençoe!

    • Oi, Joelma! Vou começar a fazer os simulados e postar aqui no blog. Obrigado pela dica. Abraço!