Concurso Polícia Civil de São Paulo (PC-SP) – o Guia Completo!

Concurso Polícia Civil São Paulo

Saudações, concurseiro(a)! Como vão os estudos?

Hoje vamos falar do Concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo – PC-SP, um dos certames mais esperados entre os concurseiros policiais brasileiros.

O interessante do Concurso PC-SP é que traz uma ampla quantidade de vagas com vagas em cargos de características bem diferentes.

Neste artigo abordaremos cada detalhe do concurso, para que você possa se preparar com qualidade e solidez.

Se surgir qualquer dúvida, deixe um comentário.

😉

Vamos lá!

O Concurso PC-SP 2018

Concurso Polícia Civil de São Paulo 2017
O concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo já está aberto. Já falei aqui sobre o concurso Delegado PC-SP, e agora vamos focar no edital de Investigador e Escrivão.

Ao todo são 1.400 vagas disponíveis, sendo 800 para Investigador e 600 para Escrivão.

As inscrições ocorrem entre os dias 16 de abril e 15 de maio. As provas ocorrerão no dia 10 de junho.

Iniciar os estudos sistematicamente é um imperativo para ter um bom desempenho no Concurso PC-SP 2018.

O que faz a Polícia Civil SP

Antes de iniciar de fato seus estudos, que tal procurar saber qual é missão da sua futura instituição?

Na Constituição Federal, está dito o seguinte sobre o papel das polícias civis:

Às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada a competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as militares.

CF/Art. 144

É a Polícia Civil que faz a investigação dos crimes comuns no Brasil. Veja como a PC-SP descreve sua missão:

Exercer as funções de polícia judiciária e a investigação criminal, como instituição permanente, essencial à justiça e à segurança pública, promovendo a solução ou composição de conflitos e garantindo o bem estar coletivo e o respeito à dignidade da pessoa humana.

E então, é essa instituição que você quer servir?

Os cargos do Concurso da Polícia Civil SP

Concurso Polícia Civil do Estado de São Paulo 2017

Neste artigo resolvi focar nos dois cargos mais procurados pelos candidatos ao Concurso da Polícia Civil de São Paulo: investigador de polícia civil, agente policial e escrivão de polícia civil. Veja quais são as características dos cargos.

Requisitos do Cargo de Agente Policial PCESP

Saiba o que é exigido para que você se torne Agente da Polícia Civil do Estado de São Paulo:

  • Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos n.º 70.391/1972 e n.º 70.436/1972 e da Constituição Federal, artigo 12, § 1º.
  • Ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto da igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal.
  • Ter, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade.
  • Não registrar antecedentes criminais.
  • Estar no gozo dos direitos políticos.
  • Estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210 do Decreto Federal n.º 57.654/1966.
  • Possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens.
  • Estar com o CPF regularizado.
  • Ter plena capacidade física e mental para o exercício do cargo.
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada.
  • Ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “D”, no mínimo.
  • Ter sido aprovado no concurso, observado o número de vagas colocadas à disposição.
  • Ser portador de certificado de conclusão de ensino médio expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado.

Atribuições

Ao ser aprovado no Concurso de Agente Policial PC-SP você deverá exercer as seguintes atividades/responsabilidades:

  • Portar arma, distintivo e algemas.
  • Atender sempre, com urbanidade e eficiência, o público em geral, pessoalmente ou por telefone.
  • Elaborar, sob orientação da Autoridade Policial, registro de ocorrência.
  • Conduzir viatura policial.
  • Cumprir diligência e/ou requisição determinada pela Autoridade Policial, elaborando relatório respectivo.
  • Proceder à abordagem de pessoas suspeitas da prática de ilícitos, realizando busca pessoal quando necessário.
  • Identificar pessoas, inclusive por meio digital, nas hipóteses em que tal providência se faça necessária.
  • Conduzir e apresentar pessoas legalmente presas à Autoridade Policial competente ou onde for por ela determinado.
  • Auxiliar a Autoridade Policial na formalização de atos de polícia judiciária.
  • Operar os sistemas de comunicação e de dados da Polícia Civil.

Perfil Profissiográfico

O edital do concurso indica o perfil que você deve ter para ocupar o cargo:

  • Assertividade nas resoluções dos problemas.
  • Autocrítica.
  • Autocontrole.
  • Buscar os melhores resultados e não o simples preenchimento da vaga disponível.
  • Dinamismo no desenvolvimento das tarefas.
  • Capacidade de inovar e socializar o conhecimento e a experiência profissional
  • Capacidade para mediar conflitos.
  • Comunicar-se de maneira fluente, eficaz e eficiente; – Capacidade de trabalhar sob pressão e possuir controle emocional.
  • Cordialidade, clareza e solidariedade nas relações interpessoais.
  • Comprometimento: disposição e engajamento com os objetivos do trabalho que realiza e ser capaz de traçar estratégias para atendê-las, bem como aperfeiçoá- las.
  • Conhecer as competências que estão sendo exigidas para o desempenho das funções e do cargo para o qual concorre.
  • Flexibilidade em relação ao novo.
  • Iniciativa, responsabilidade e sigilo profissional.
  • Integridade.
  • Ser ético e cumprir as leis.
  • Trabalhar em equipe.

Remuneração

O Agente Policial tem um salário inicial de R$ 3.596,98 mil reais. Nada mal para um cargo de nível médio.

Requisitos do Cargo Investigador PCESP

As exigências para se tornar um investigador da Polícia Civil de São Paulo são as seguintes, de acordo com o edital do concurso:

  • Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos nº 70.391/72 e nº 70.436/72 e da Constituição Federal, artigo 12, § 1º.
  • Ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto da igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal.
  • Ter, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade.
  • Não registrar antecedentes criminais.
  • Estar no gozo dos direitos políticos.
  • Estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210, do Decreto Federal nº 57.654/66.
  • Possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens.
  • Estar com o CPF regularizado.
  • Ter plena capacidade física e mental para o exercício do cargo.
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada.
  • Ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo.
  • Ter sido aprovado no concurso, observado o número de vagas colocadas à disposição.
  • Possuir diploma de graduação, expedido por entidade de ensino oficial ou reconhecida, devidamente registrado ou, na falta deste, certificado de colação de grau.

Atribuições

As atribuições do Investigador da Polícia Civil de São Paulo são as seguintes:

  • Realizar diligências investigatórias e de policiamento preventivo especializado;
  • Cumprir requisições escritas ou verbais atinentes ao trabalho de polícia judiciária, emanadas pela Autoridade Policial;
  • Cumprir mandados expedidos por Autoridade Judicial;
  • Elaborar documentos de polícia judiciária e relatórios circunstanciais;
  • Escoltar presos;
  • Realizar prisões e apreensões;
  • Manter a segurança de locais onde se desenvolve a atividade policial civil;
  • Zelar por equipamentos e viaturas;
  • Atender ao público interno e externo;
  • Intervir, a qualquer tempo, em ocorrências de natureza criminal;
  • Conduzir viaturas policiais;
  • Transportar pessoas e coisas;
  • Conservar, manusear e empregar armas de fogo e equipamentos menos letais;
  • Portar arma de fogo;
  • Executar demais atos compatíveis com a atividade de policia judiciária e administrativa.

Perfil Profissiográfico

O edital traz também o perfil profissiográfico desejado para o Investigador da Polícia Civil. Veja:

  • Assertividade nas resoluções dos problemas.
  • Autocrítica.
  • Autocontrole.
  • Buscar os melhores resultados e não o simples preenchimento da vaga disponível.
  • Iniciativa, responsabilidade e sigilo profissional.
  • Dinamismo no desenvolvimento das tarefas.
  • Capacidade de inovar e socializar o conhecimento e a experiência profissional.
  • Capacidade para mediar conflitos.
  • Comunicar-se de maneira fluente, eficaz e eficiente.
  • Capacidade de trabalhar sob pressão e possuir controle emocional.
  • Cordialidade, clareza e solidariedade nas relações interpessoais.
  • Comprometimento: disposição e engajamento com os objetivos do trabalho que realiza e ser capaz de traçar estratégias para atendê-las, bem como aperfeiçoá-las.
  • Conhecer as competências que estão sendo exigidas para o desempenho das funções e do cargo para o qual concorre.
  • Flexibilidade em relação ao novo.
  • Iniciativa, responsabilidade e sigilo profissional.
  • Integridade.
  • Ser ético e cumprir as leis.
  • Trabalhar em equipe.

Remuneração

A remuneração do Investigador da Polícia Civil do Estado de São Paulo é de R$3.743,98 mil reais.

E aí? Você se encaixa nas características do cargo? É bom lembrar, também, que você precisará trabalhar em regime de plantões noturnos e chamadas em qualquer horário.

Requisitos do cargo de Escrivão PCESP

Agora vamos falar sobre o cargo de Escrivão da Polícia Civil de São Paulo. Primeiro, os requisitos:

  • Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos nº 70.391/72 e nº 70.436/72 e da Constituição Federal, artigo 12, § 1º.
  • Ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto da igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal.
  • Ter, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade.
  • Não registrar antecedentes criminais.
  • Estar no gozo dos direitos políticos.
  • Estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210, do Decreto Federal nº 57.654/66.
  • Possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens.
  • Estar com o CPF regularizado.
  • Ter plena capacidade física e mental para o exercício do cargo.
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada.
  • Ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo.
  • Ter sido aprovado no concurso, observado o número de vagas colocadas à disposição.
  • Possuir diploma de graduação, expedido por entidade de ensino oficial ou reconhecida, devidamente registrado ou, na falta deste, certificado de colação de grau.

Atribuições

Se você ainda não preenche esses requisitos, é bom agir rápido para providenciar isso. Veja quais serão suas atribuições após a aprovação:

  • Elaboração de registros digitais de ocorrência – RDO.
  • Elaboração de termos circunstanciados, inquéritos policiais – em todas as suas formas de instauração -, processos administrativos; sindicâncias; apurações e demais peças e documentos policiais.
  • Organização cartorária, sob a presidência direta do Delegado de Polícia, além das funções previstas na Portaria DGP nº 30/12 e na Lei nº 207, de 5 de janeiro de 1979.

Perfil Profissiográfico

Agora as características que a PC-SP espera para quem vai concorrer a um cargo para Escrivão da Polícia Civil:

  • Assertividade nas resoluções dos problemas.
  • Autocrítica.
  • Autocontrole.
  • Buscar os melhores resultados e não o simples preenchimento da vaga disponível.
  • Iniciativa, responsabilidade e sigilo profissional.
  • Dinamismo no desenvolvimento das tarefas.
  • Capacidade de inovar e socializar o conhecimento e a experiência profissional.
  • Capacidade para mediar conflitos.
  • Comunicar-se de maneira fluente, eficaz e eficiente.
  • Capacidade de trabalhar sob pressão e possuir controle emocional.
  • Cordialidade, clareza e solidariedade nas relações interpessoais.
  • Comprometimento: disposição e engajamento com os objetivos do trabalho que realiza e ser capaz de traçar estratégias para atendê-las, bem como aperfeiçoá-las.
  • Conhecer as competências que estão sendo exigidas para o desempenho das funções e do cargo para o qual concorre.
  • Flexibilidade em relação ao novo.
  • Iniciativa, responsabilidade e sigilo profissional.
  • Ser ético e cumprir as leis.
  • Trabalhar em equipe.

Remuneração

A remuneração do Investigador da Polícia Civil do Estado de São Paulo é de R$3.743,98 mil reais.

O que acha? Preparado(a) para a missão?

O que estudar para o concurso da Polícia Civil SP

O que estudar para o Concurso PCESP 2017

Se você for fazer o concurso para investigador da Polícia Civil, precisará estudar os seguintes conteúdos:

  • Noções de Direito (30 questões)
  • Noções de Criminologia (10 questões)
  • Língua Portuguesa (30 questões)
  • Noções de Lógica (10 questões)
  • Noções de Informática (10 questões)
  • Atualidades (10 questões)

Caso sua escolha seja o cargo de escrivão da Polícia Civil SP, estudará o seguinte:

  • Língua Portuguesa – 36 questões.
  • Noções de Direito – 30 questões.
  • Noções de Informática – 16 questões.
  • Noções de Criminologia, Noções de Lógica e Atualidades – 18 questões.

Já no caso do Agente Policial, eis a estrutura da prova:

  • Língua Portuguesa – 20 questões
  • Noções de Direito – 10 questões
  • Noções de Criminologia – 10 questões
  • Noções de Informática – 20 questões
  • Noções de Lógica – 10 questões
  • Atualidades – 10 questões

TESTE SEUS CONHECIMENTOS: Simulado rápido para o Concurso Agente Policial PC-SP

Perceba que as disciplinas são as mesmas, modificando apenas a quantidade de questões. Para investigador e escrivão, Língua Portuguesa e Noções de Direito são prioridade, correspondendo a mais de 60% da prova.

Os melhores materiais para estudar (e baixar!)

Para passar num concurso como o da Polícia Civil do Estado de São Paulo, você precisará de uma estratégia de preparação bem estruturada.

O primeiro passo é criar uma rotina real de estudos, com ciclos diários dedicados à preparação. Lembre-se que para alcançar resultados acima da média, você precisa agir acima da média!

Em relação aos materiais de estudo, tome cuidado com apostilas avulsas encontradas na internet. Elas geralmente são desatualizadas, possuem conteúdo faltando ou sobrando – o que vai lhe fazer perder tempo.

O recomendado é estudar por um material completo, feito com base no edital do concurso.

Dos materiais feitos para o Concurso Polícia Civil SP, considero a dica a seguir o melhor do mercado. Com uma grande vantagem: você tem até 30 dias para fazer a devolução caso não goste do material. Dê uma olhada:

Concurso Polícia Civil - SP

Com um material completo em mãos, crie diferenciais com os materiais complementares a seguir (inclusive o edital do concurso, para se informar sobre todos os detalhes):

Bons estudos!

O que aprendemos neste artigo

Hoje nos aprofundamos pra valer no concurso para a Polícia Civil do Estado de São Paulo, que está com centenas de vagas abertas em 2018.

Vimos as características de cada cargo (atribuições e requisitos), conteúdo programático e indicamos materiais de estudo para a sua preparação.

Agora preciso (muito) de você!

Não vou pedir muito: só quero que comente neste artigo dizendo o que achou do post, ou algo sobre o concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

O mais importante é que possamos interagir e lhe ouvir, para produzir conteúdo com mais qualidade. Leio todos os comentários, e respondo na primeira oportunidade que aparece.

Até a próxima!

😉